Logo-barrasonline

Publicada em 28/03/2017 - 17h16
Da Redação

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Secretario de Cultura, convocado pela Câmara Municipal para tratar de um assunto pessoal dos Vereadores


NOTA DE ESCLARECIMENTO

Mesmo estando Secretário de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo de Barras, coisa que muito me honra, até porque é minha praia, fui Convocado pela Câmara Municipal para tratar de um assunto pessoal dos Vereadores: os apelidos de alguns deles, supostamente criados por mim, ainda durante a gestão passada.

Portanto, uma temática completamente alheia à prática parlamentar, posto que se distancia do interesse  público.

Entendo que mesmo com tantos problemas para serem discutidos como pauta legislativa, a exemplo do caso das duas creches abandonadas, as unidades de saúde inconclusas, a escola modelo deixada de lado pela construtora, as quadras poliesportivas e tantas outras obras sem a devida prestação de contas, na gestão passada, alguns parlamentares oposicionistas prepararam um golpe para, pretensamente, viabilizarem uma condenação à minha pessoa usando para isso, a Ditadura das Palavras, ou da falta destas, como foi o caso.

Não se convoca Secretário Municipal para tratar do sexo dos anjos e como a questão era folclórica e estamos próximos do Festival Folclórico de Barras, usei a estratégia que me pareceu conveniente para desconstruir a farsa armada para me condenar na Justiça.

Foi preciso me vestir em homenagem ao Chico Trem,personagem das mais intrigantes em se tratando de delírio coletivo, mas por baixo do uniforme havia outro mais apropriado, caso o Plenário, como aconteceu, me impedisse de falar.

Os Vereadores(as), mesmo vestindo calça e camisa social mangas longas e sapatos, condizentes com a situação criada por eles mesmos, preferiram  me silenciar voltando as costas para o ato CONVOCATÓRIO que assinaram em momento impensado, tão somente por picuinha e vingança pessoal.  

Homenagem ao Chico Trem

Uniforme mais apropriado para o Plenário

Sistema Nacional de Cultura


Fonte: barrasonline.com
Editor: editoria


Imprimir Comunicar erro Bookmark and Share
  1. Maria Luiza Germano de Souza
    28/03/2017 às 22:25h
    Notícia hilária, ato dessa monta somente poderia partir desse travesso jovem. Se não fosse assim, não seria João Germano de Souza Filho, meu irmão, com muito orgulho.