Logo-barrasonline

Publicada em 22/08/2016 - 12h28
Da Redação

Candidato a vereador do esquema governista envolvido no caso do trator do Povoado Esperança

Moradores esperam que o maquinário seja devolvido à Comunidade


Candidato a vereador do esquema governista envolvido no caso do trator do Povoado Esperança Carlos Abreu

Até que enfim o mistério do trator do Povoado Esperança, na zona rural deste município é revelado em sua face mais dura.

Os documentos anexos provam que toda a trama foi feita por um candidato a Vereador que também assina como empresário da construção civil, vencedor de dezenas de licitações, nos últimos três anos e meio, tendo movimentado milhões de reais em recursos públicos.

Esse ungido pelo esquema governante há mais de 20 (vinte) meses, teria levado o maquinário, que pertence aos trabalhadores rurais daquela localidade, segundo informações, com a promessa de consertar o mesmo que se encontrava avariado.

Até aí tudo bem, mas o problema veio quando o caso caiu em esquecimento, sendo lembrado através de denúncia veiculada neste portal.

A matéria fez com que alguns membros da Associação daquele Povoado, pressionassem o então pré-candidato a Vereador a dizer, onde se encontrava o trator, chegando à Auto Peças e Oficina Santa Luzia, descobriram que o veículo estava praticamente penhorado por uma divida em nome do Sr. Carlos Abreu, no valor de R$ 21.905,00 (vinte e um mil novecentos e cinco reais).

O valor total do conserto, entre peças e mão de obra, somou R$ 33.235,00 (trinta e três mil duzentos e trinta e cinco reais), sendo que hoje o candidato a Vereador da Coligação Governista que autorizou a ordem de serviço, pagou R$ 11.330,00 (onze mil trezentos e trinta reais).

O caso agora, com certeza, vai parar nas mãos da Justiça e o candidato precisará explicar os motivos que o levaram a assumir uma divida de tamanha envergadura, além de devolver o Brutão aos seus verdadeiros donos.

Para alguns moradores do Povoado Esperança, o empresário queria usar o conserto como moeda de troca na conquista de votos, mas parece que o tiro saiu pela culatra.

Com a palavra o Ministério Público Eleitoral e Criminal


Fonte: Barrasonline.com
Editor: Editoria


Imprimir Comunicar erro Bookmark and Share